ABRACE

escola sem bullying

jul 24 Unidades do Colégio SEB Dom Bosco iniciam o projeto Escola Sem Bullying, em Curitiba/PR.

escola_sem_bullying_seb_dom_bosco_curitiba

Durante o último sábado (22 de julho), os professores, coordenadores e diretores das unidades Dom Bosco Ahú e Mercês de Curitiba/PR estiverem presentes na capacitação “Práticas Pedagógicas de Prevenção ao Bullying”, palestra que inicia o projeto Escola Sem Bullying da Abrace Programas Preventivos, e que está sendo implementado na instituição a partir deste mês.

O encontro teve como objetivo dar início ao processo de conscientização dos professores contra a prática do bullying no ambiente escolar. Durante quatro horas, a equipe aprendeu sobre os fundamentos práticos do bullying, além da etiologia e as causas do comportamento agressivo entre crianças e adolescentes.

O “Escola Sem Bullying” possui 12 etapas e tem a proposta de reduzir em até 94% os índices de violência nas instituições escolares participantes. Por meio de várias atividades, a iniciativa valoriza a sensibilização e a conscientização dos alunos a respeito do bullying dentro e fora da escola, ao passo em que reforça a importância da igualdade, da solidariedade, bem como da consciência ética e moral.

A Abrace Programas Preventivos

Fundada por Benjamim Horta, a Abrace – Programas Preventivos é uma empresa que auxilia escolas e instituições de ensino na criação e aplicação de projetos que visem ampliar o desenvolvimento das potencialidades dos alunos, por meio ações que promovam o reforço de valores essenciais à formação integral do indivíduo. Estes projetos enfatizam essencialmente a prevenção e combate ao bullying e outras formas de violência, promoção de saúde socioemocional, prevenção ao assédio moral e ações de valorização e promoção da vida.

Criada há mais de seis anos, a Abrace é fruto de extensas pesquisas realizadas no Brasil e Reino Unido, que resultaram na criação de metodologias próprias, que têm se mostrado cada vez eficazes ao longo dos anos, utilizando demandas da sociedade contemporânea como uma oportunidade formativa e obtendo como resultado escolas mais solidárias e reumanizadas.

Atualmente, a Abrace Programas Preventivos possui convênios com diversas instituições como FIEMG, FIEP, Grupo SEB, Rede Filhas de Jesus, Sistema Bernoulli, Pitágoras, OAB – SP, dentre outras, além de ser a instituição responsável pelas ações da Frente Parlamentar de Combate ao Bullying e Outras Formas de Violência, no Congresso Nacional. O árduo trabalho realizado por esta instituição tem possibilitado diariamente a conscientização e transformação da vida de centenas de estudantes ao redor do Brasil, promovendo bem estar individual e coletivo.

 

abr 27 Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying é instalada na Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados instalou, hoje (27), a Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying e outras Formas de Violência em parceria com a Abrace Programas Preventivos. Criada e presidida pelo deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP), a intenção é desenvolver um trabalho conjunto entre pais, professores, especialistas e legisladores para disseminar a cultura de paz a começar do ambiente escolar.

“Os reflexos do jogo Baleia Azul e da série 13 razões, da Netflix, demonstram que nós precisamos lançar um olhar de mais atenção para o que está acontecendo no universo da criança e do adolescente. Esta frente tem papel fundamental na identificação de propostas legislativas que tenham a pretensão de levantar muros de proteção, como também de mobilização do Parlamento para provocar o Executivo, propondo políticas públicas de prevenção em forma de campanhas, além de buscar diálogo com a sociedade, com o Ministério Público, com o Judiciário, entre outras instituições”, defendeu Lucena.

O parlamentar, que criou e presidiu a mesma frente na legislatura passada, lembrou que a atuação da frente foi muito importante na aprovação da lei de combate ao Bullying (Lei nº 13.185). A nova norma caracteriza claramente as situações de agressão física, psicológica e moral que podem ser consideradas bullying e estabelece regras para definir casos de intimidação realizados por meio da internet.

Durante o evento, foi realizado o seminário “Bullying: da urgência à oportunidade formativa”. O diretor da Abrace Programas Preventivos, Benjamin Horta, explicou que bullying é um conjunto de ações agressivas, intencionais e repetitivas, adotados por um ou mais alunos contra outros alunos. “O aluno está sofrendo bullying quando é exposto a ações negativas de forma repetitiva e apresenta nesta dinâmica dificuldades de se defender”, disse.

benjamim_horta_abrace_programas_preventivos_bullying_frente_parlamentar

Benjamim Horta – diretor da Abrace – Programas Preventivos, instituição responsável pelas ações de combate ao bullying junto à Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying e Outras Violências.

Já a professora do Departamento de Psicologia da UFPR), Dra. Lis Soboll, afirmou que a sociedade hoje está centrada nos valores do “reino do dinheiro” onde o trabalho, consumo e tecnologia são fontes de identidade e que há uma crise na relação com o outro. “A consequência são crianças e jovens órfãos de pais ricos e com a sua identidade fragmentada. É uma crise de identidade extremamente danosa”, disse Soboll.

Uma ferramenta virtual colaborativa será disponibilizada para traçar ações e disseminar boas práticas, buscando fortalecer parcerias e dar apoio direto aos profissionais da área.

Sobre o Bullying no Brasil

Pesquisa realizada pelas Nações Unidas mostra que quase metade (43%) das crianças e jovens brasileiras já sofreu bullying por razões como aparência física, gênero, orientação sexual, etnia ou país de origem. A taxa é semelhante a outros países da região: Argentina (47,8%), Chile (33,2%), Uruguai (36,7%) e Colômbia (43,5%). Em países desenvolvidos, a taxa também gira em torno de 40% a 50%, como é o caso de Alemanha (35,7%), Noruega (40,4%) e Espanha (39,8%). O levantamento foi realizado no ano passado com 100 mil crianças e jovens de 18 países.

jun 17 Abrace lança livro para Ensino Médio. “Bullying, Ética e Direitos Humanos” faz parte do Projeto Escola Sem Bullying®.

Banner-SITE-EBDH

O Livro “Bullying, Ética e Direitos Humanos” do Projeto Escola Sem Bullying® da Abrace – Programas Preventivos é destaque para o Ensino Médio na conscientização do bullying.

O livro foi desenvolvido pelo Filósofo, Pedagogo e especialista em Direitos Humanos Benjamim Horta, e o Advogado Euclides Vargas, a fim de abordar os aspectos filosóficos, éticos e de relações humanas, além do Guia Jurídico sobre bullying e suas implicações legais.

Falar a respeito o bullying escolar para o Ensino Médio é muito mais que conscientizar os alunos sobre a problemática. É preciso desconstruir o tema com o objetivo de levantar questões que dizem respeito não somente ao que é certo e errado, mas sim ao que é ético, moral, e de como estas questões podem nos ajudar a criar uma consciência humana em relação aos comportamentos aplicados em sociedade, e assim, um futuro consciente e de pessoas saudáveis emocionalmente.

O livro que possui 232 páginas explica o bullying escolar de forma clara, objetiva e aborda sinais perceptíveis àqueles que são vítimas, espectadores e agressores. A obra ainda instrui cada um dos públicos em como agir diante deste problema, além de dicas, sinais de alerta e uma abordagem pedagógica, leve, e instrutiva sobre o bullying. Definições sobre ética e moral são também são abordadas, e indicam um novo modo de pensar a respeito das relações do dia-a-dia, trazendo à tona oportunidades de reflexão diante de um assunto tão sério e de graves consequências.

A obra destaca um Guia jurídico sobre o bullying e suas implicações legais, e informa sobre os procedimentos quanto a recente questão da Lei 13.185 – Programa de Combate à Intimidação Sistemática Bullying, além de todos os outros aspectos do ordenamento jurídico brasileiro sobre este tema, incluindo Estatuto da Criança e do Adolescente, o bullying e as infrações criminais do direito comum e na legislação especial, responsabilidade das instituições e pessoas envolvidas no bullying, entre outros.

Sobre o bullying


O bullying não diz respeito somente à agressão física – 89% dos alunos entrevistados em pesquisa da Abrace – Programas Preventivos, por exemplo, acham que apelidos pejorativos não caracterizam bullying. Na verdade, o fenômeno é um conjunto de comportamentos agressivos, intencionais e repetitivos, praticados por um ou mais alunos contra um outro, dentro de uma relação desigual de poder ou força física.

Este tipo de violência traz diversos problemas para os jovens, comprometendo seu desenvolvimento biopsicossocial. Dor, angústia, sofrimento, insegurança e desequilíbrio psicológico são algumas das consequências, afetando diretamente o processo de ensino e aprendizagem.

Conscientizar, prevenir e apoiar: as diversas frentes do Projeto Escola Sem Bullying®

 

O combate ao bullying escolar envolve várias frentes de ação. Por isso a Abrace Programas Preventivos criou o Projeto“Escola Sem Bullying®”, um projeto interdisciplinar que conta com pesquisas, cursos de capacitação, palestras, planos de aula, livros paradidáticos, políticas pedagógicas de prevenção, aplicativo para combate ao cyberbullying e apoio na intervenção e mediação de casos de bullying. É um programa completo que oferece todo o suporte às escolas para que o bullying se transforme em uma página virada na vida de alunos e professores.

Benjamim Horta, diretor da Abrace Programas Preventivos, destaca que o programa conta com uma importante análise de resultados: “após o Escola Sem Bullying, 98% dos alunos contam que se sentiram mais à vontade para denunciar agressões. Os professores também apontam maior interesse e motivação dos alunos depois da inserção de práticas de prevenção no dia a dia”, relata. “Nós promovemos a transformação do ambiente escolar. Não queremos apenas aplicar o projeto, queremos instaurar uma cultura de paz, reduzindo os índices de bullying nas instituições, auxiliando alunos e educadores”, reforça Benjamim, que finaliza com um dado muito positivo: “94% das crianças e adolescentes que participaram do programa não sofrem mais bullying na escola”.

Autores:

Benjamim_Horta_Abrace_Programas_Preventivos

 

Benjamim é filósofo e pedagogo especializado em Filosofia e Direitos Humanos, e estudante contínuo de psicanálise, uma de suas maiores paixões.
Começou a trabalhar na área de educação ainda na Inglaterra onde morou durante 4 anos desenvolvendo projetos para a melhoria de habilidades sociais entre crianças e adolescentes. É Diretor da Abrace – Programas Preventivos.

 

Euclides_Vargas_Abrace_Programas_Preventivos

Advogado há mais de 30 anos, Euclides é apaixonado pelo meio ambiente e por causas humanitárias. Trabalhou durante muitos anos em prol do desenvolvimento sustentável, na implementação de planos e programas sócio ambientais e patrimoniais. É especializado em Direito sócio ambiental, Auditoria ambiental, Direito empresarial e Direitos imobiliário.

fev 17 Abrace – Programas Preventivos lança 2ª tiragem do livro Meu Nome é Pedro utilizado no Projeto Escola Sem Bullying.

Estamos com roupa nova para um dos nossos livros do Projeto Escola Sem Bullying. Meu Nome é Pedro recebeu uma carinha diferente para ficar ainda mais divertido e interessante para os nossos adolescentes.

Tiragem-2-livro-meu-nome-e-pedro-abrace-programas-preventivos-bullying

Mais sobre o Projeto Escola Sem Bullying da Abrace – Programas Preventivos:

O fenômeno bullying é conceituado como um conjunto de comportamentos agressivos, intencionais e repetitivos, adotado por um ou mais alunos contra um outro, executado dentro de uma relação desigual de poder ou força física.

O bullying ocorre sem motivação evidente, causando dor, angústia, sofrimento, insegurança e desequilíbrio psicológico, com graves repercussões para a saúde mental e para o desenvolvimento biopsicossocial dos envolvidos.

“Criamos o projeto Escola Sem Bullying para busca informar e conscientizar o aluno a respeito do bullying e suas consequências. Além disso, tem como meta tornar a prática do bullying intolerável nas escolas, despertando no aluno a sensação de cuidado e aceitação, despertando a consciência do seu papel no ambiente escolar, compreendendo suas dificuldades sociais e relações interpessoais.”
Entre em contato conosco para combater o bullying na sua escola.
contato@programasabrace.com.br

nov 25 Em entrevista, Benjamim Horta – Diretor da Abrace, fala sobre direitos humanos e como educar para a paz.

Em entrevista hoje na Rádio Inconfidência em Belo Horizonte, Benjamim Horta, Diretor da Abrace Programas Preventivos fala sobre Direitos Humanos e aborda o tema de sua palestra no SINEP “Educação e Direitos Humanos – Como promover a solidariedade e educar para a paz!”

Ouça na íntegra a entrevista:
http://bit.ly/entrevista-benjamim-horta-radio-inconfidência

Benjamim_Horta_Rádio_Inconfidência_Educação_Direitos_Humanos